Curso Online Maneco A`raújo.

Módulo 01 - Conhecimentos Básicos

Submódulo 03 - Por que as pinturas racham

Por que algumas pinturas a óleo trincam/craquelam com o tempo?

- Para deixarmos a tinta a óleo com mais fluidez (mais elástica) fazemos uso de alguma substâncias.


Há substâncias que secam por oxidação (Óleo de linhaça) e substâncias que secam por evaporação (Essência de Terebintina/Ecosolve).

As substâncias que secam por oxidação, em geral, retardam a secagem das tintas.

As que secam por evaporação aceleram a secagem das tintas.


Como regra geral, em uma pintura à óleo feita em camadas (não alla prima), não devemos aplicar tinta com substância que evapora sobre tinta com substância que oxida. Ou seja, não devemos aplicar “tinta magra” sobre “tinta gorda”. Se isso ocorrer, provavelmente a pintura trincará com o passar do tempo. Isso ocorrerá porque, provavelmente, teremos camada(s) de tinta(s) de secagem rápida sobre camada(s) de
tinta(s) de secagem muito mais lenta.

Na técnica feita em camadas, a proporção de óleo de linhaça utilizada na mistura das tintas deverá aumentar a cada camada sobreposta. Se for ao contrário, ou seja, se a camada inferior contiver muito óleo e a camada sobreposta não, então a camada superior irá secar mais rapidamente que a inferior fazendo com que, com o tempo, apareçam rachaduras (craquelados) na pintura. O que gera as rachaduras em uma
camada superior (já seca) são os “movimentos” feitos pela tinta da camada inferior durante o seu processo de secagem (oxidação).


O tempo de secagem entre as camadas de tinta deve ser respeitado para que não haja esse problema dos craquelês (rachaduras). É muito simples. Devemos ter certeza de que uma camada de tinta já está totalmente seca antes de aplicar uma outra. Isso independe do uso do óleo de linhaça, médium e etc. Garantindo isso, não teremos problemas. Uma dica é esperar uma ou duas semanas para aplicar a próxima camada.
É importante sabermos que a quantidade de tinta aplicada, as condições atmosféricas e o tipo de pigmento também influenciam no tempo de secagem das tintas.

Um outro motivo é o uso exagerado do secante de cobalto. Não é recomendável a sua utilização. Se tiver que usar, o recomendável é apenas algumas gotinhas. Um outro motivo pode ser problema de tensão no suporte (tela). Se o tecido da tela não estiver com a tensão adequada, ou seja, se o tecido não estiver esticado adequadamente poderemos ter problemas. 


Um outro motivo pode ser a utilização de tinta com a data de validade vencida.


Um outro motivo é deixar o quadro pintado à óleo secar exposto ao sol.


Um outro motivo é o uso de Mediuns feitos com substâncias inadequadas.

Um outro motivo é o uso excessivo de solvente (ecosolve ou terebintina) na mistura
com a tinta a óleo.


Craquelado ou craquelês ➔ Fendas/rachaduras que aparecem nas pinturas com o passar do tempo. Alguns chamam de fendilhamento.


Tinta gorda ➔ Tinta com mais óleo de linhaça. Mais oleosa. Mais viscosa. A secagem será mais lenta.


Tinta magra ➔ Tinta com mais solvente (essência de terebintina ou ecosolve). Menos oleosa. Mais diluída. A secagem será mais rápida.


Pintura alla prima ➔ A pintura inteira é feita em uma única sessão.


Pintura em camadas ➔ A pintura é feita em várias sessões. São várias camadas. Possibilita que a camada posterior corrija erros e aplique efeitos sobre a camada anterior.

Medium ➔ É uma mistura preparada com óleo e solvente para, como regra geral, dar mais fluidez a tinta. As proporções dessas duas substâncias no preparado vão mudar as características da tinta a óleo permitindo ao pintor implementar novos efeitos. O uso de um Medium também modifica a espessura da tinta, seu brilho, o tempo de secagem e o deslizar da tinta sobre o suporte. Um Medium considerado equilibrado é uma mistura de 50% de óleo de linhaça e 50% de solvente (ecosolve ou terebintina).

Clique na figura do PDF para fazer

o Download do conteúdo escrito.